gimba @ 00:47

Dom, 08/05/05

A rádio tem um papel decisivo na formação das gerações mais jovens, podendo e devendo contribuir para uma cultura musical sólida, vasta e rica.
Não é isso que se passa na actualidade. Com ou sem “percentagem de música portuguesa”, a nossa rádio está a fazer precisamente o contrário: está a construir nos jovens uma cultura musical frágil, limitada e pobre. E isso reflecte-se na “música portuguesa”, que, coitada, vive tempos difíceis… O motivo é só um: a rádio está absolutamente paralizada pelo chamado “imperialismo cultural” que dita uma via única - a via da música anglo-saxónica em doses maciças, nem sempre da melhor casta…






Pesquisar
 
Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds